Nosso muito obrigado!

posted by amoura @ 6:36 PM
26 de novembro de 2009

OBRIGADA

Nós do Projeto Futuro da Água e todos os alunos das escolas visitadas, os leitores dos cadernos especiais, os internautas que acessam o blog e os ouvintes dos programetes de rádio agradecemos a vocês que nos apoiaram nesse 4º ano do projeto.

Muito obrigado a Petrobrás, Vega, Prefeitura Municipal de Salvador/SECULT, Gambá (Grupo Ambientalista da Bahia) e da Embasa.

Sem vocês esse projeto não seria viável. Vocês provaram que educação ambiental é de suma importância não somente para o futura da água, mas de toda a humanidade.

patrocinadores


O Futuro da Água faz a sua parte

posted by amoura @ 2:58 PM
13 de novembro de 2009

Este já é o 4º ano do Projeto Futuro da Água e, mais uma vez, fazemos nossa pate com muito sucesso. Somente neste ano, a equipe do Futuro da Água já levou educação ambiental a 28 escolas em Salvador, tendo um total de mais de 4.000 crianças e jovens, de 04 a 17 anos, que assistiram às palestras. Se somarmos os números dos anos anteriores, o projeto Futuro da Água já promoveu educação ambiental a mais de 10 mil pessoas da Região Metropolitana de Salvador, só contando com as palestras.

Já publicamos, desde 2006, 11 cadernos especiais encartados gratuitamente no Jornal A TARDE e este ano ainda será publicado mais 01. Além disso, o blog do futuro da água promove a discussão sobre o futuro da água entre internautas de qualquer lugar do globo terrestre.

Este ano, o projeto conta com o patrocínio da Petrobrás, Vega, Prefeitura Municipal de Salvador/SUCOM, além de ter o apoio do Gambá (Grupo Ambientalista da Bahia) e da Embasa.

Confira algumas fotos das palestas que realizamos esse ano!


Embasa faz reflorestamento no Lago do Rio da Dona

posted by amoura @ 12:32 PM
3 de novembro de 2009
Ag. A TARDE

Ag. A TARDE

Cerca de 1,6 mil mudas de espécies nativas e frutíferas foram plantadas pela Embasa – um dos apoiadores do Projeto Futuro da Água, no Lago do Rio da Dona, em Santo Antonio de Jesus. O reflorestamento da mata ciliar visa recuperar a vegetação no entorno, evitando assoreamentos e erosões, e assim mantendo a qualidade do manancial. A ação contou com a parceria do Ministério Público, SRH, CRA, Semarh, EBDA, Ibama, Uneb, UFRB,  prefeituras municipais de Santo Antônio de Jesus, Varzedo, São Miguel das Matas e Laje, grupos ambientalistas Gana,  Gambá e  ribeirinhos.

De acordo com o superintendente de Meio Ambiente e Projetos da Embasa, Júlio Mota, há uma expectativa de que esse trabalho repercuta em outras localidades. “Estamos dando o primeiro passo para a recuperação do Rio da Dona, mas é importante ressaltar que deve ser um trabalho contínuo. A água é um elemento essencial à vida. Temos que agir constantemente para ter nossos mananciais protegidos e preservados”, afirmou.

O terreno plantado, além de estar em dia com a legislação ambiental, também será auto-sustentável. Entre as espécies nativas, como aroeirinha, angelim, boleira e gurindiba, foram plantadas também mudas árvores frutíferas, como caju, cajá e açaí. Jorge Sales, proprietário de um terreno às margens do rio, vai aproveitar as frutas para fazer polpas. Em quatro anos as árvores já estarão desempenhando sua função ecológica de proteger a barragem.